Uma tarde em Embu das Artes.

Oficialmente chamada Embu das Artes desde o plebiscito de maio de 2011, Embu fica pertinho de São Paulo, logo após Taboão da Serra e antes de Itapecirica.

O acesso é pela Regis Bittencourt, mas prepare-se porque a entrada na cidade tem trânsito e costuma formar uma fila de carros na rodovia. É muito ruim o acesso a cidade e na saída, pior ainda, pois faltam placas sinalizando o caminho para São Paulo. Desleixo é pouco, viu Sr. Prefeito?

Há vários estacionamentos próximos ao Centro Histórico, mas chegue cedo. Nos dias de sol e temperatura agradável costuma ficar bem cheio por lá.

Embu é uma graça, o Centro Histórico possui lojinhas, restaurantes, bares, e tudo mais que podem nos levar à falência em poucas horas. Passe batido pela Cacau Show (!!!), ainda não acredito que eles tem uma franquia lá! Não ‘orna’ nada com o lugar, gente!

Achei a feira de artesanato muito cacarequenta, sabem? Essas vibes hippies não fazem minha cabeça mesmo. Há artesãos na praça principal, alguns fazendo sua arte ali, na hora. Bacana…

Mas morri de paixão pelas lojinhas com vasinhos, flores, luminárias, lustres, etc.

Almoçamos no Santa Helena uma chapa gigantesca mista, uma porção megalodonte de mandioca frita que nos fez rolar ladeira abaixo. Sério, as porções são imensas, servem 3 pessoas que comem muito. Delicioso!

Bem, agora as fotos!


4 comentários sobre “Uma tarde em Embu das Artes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s