Dia ‘n’ – está em ordem, mas perdi as contas!

Por uma coincidência danada, o Ricardo Freire – http://viajeaqui.abril.com.br/indices/conteudo/blog/viaje-na-viagem.shtml – escreveu hoje sobre Queluz e Sintra que ele fez no mesmo dia.

Eu fui até Sintra primeiro e deixei Queluz para o dia seguinte. Eu tinha a impressão que não ia gostar muito e de algumas coisas eu realmente achei um pouco demais.

Falando no Ricardo, ele disse que o Palácio da Pena é meio disneylândia e tem toda a razão! A única coisa é que as minhas melhores fotos são de lá – talvez eu deva sempre estar de péssimo humor, assim eu fico apresentável.

Pegamos o trem de manhã, após o nosso café no hotel vizinho. Eu tenho que dizer que até hoje eu não sei bem dizer como é que funciona aquele bilhete. Não tem catraca, nem sempre o guardinha passa, mas nem em sonho deixaria de pagar.

Aliás, por nos enrolarmos com os bilhetes, a Bete ‘ficou presa’ dentro de uma estação de Metro. Mas isso além de ótimas risadas, rende uma outra história. A estação de trem lá é essa fofura:

img_0258

Quando cheguei em Sintra, achei que tinha saído de Portugal.  A cidade fica enroscada nas montanhas, aquelas ladeiras típicas, cheia de lodjinhas, cafés, ultra-arborizada. Amei a 1ª vista!

img_0317

As 3 coisas principais eram: o Castelo, o Palácio da Pena e o Palácio Nacional de Sintra, sendo este o que mais gostei.

Sobre ele, vale a visita pelos lindos azulejos, pela curiosíssima cozinha e suas torres, o teto de madeira pintado, etc. Construído em 1383, refeito em 1489, tem uma linda vista da cidade logo na entrada.

img_0260

img_0275

Subimos novamente no ônibus – você pega ele na estação de trem e pode subir e descer quantas vezes quiser no mesmo dia – e fomos para o Pena.

O tchongo do motorista não nos avisou e descemos no portão de saída. Fomos barradas por um guardinha ultra-master mal humorado que berrava que ali era a saída e que tínhamos que ter o ingresso. E eu lá sabia disso? Ficamos na porta esperando o próximo ônibus porque a entrada era 1km para cima e a ladeira desanimadora.

img_0322

Com meu humor já contaminado pelo guardinha, finalmente chegamos. Mais ladeira, um trenzinho que achei um abuso pagar 2 euros para me deixar na entrada do castelo e 397 palavras pouco educadas depois, chegamos.

img_0323

What a hell is that????? Pra mim o arquiteto estava com alguma alucinação que contaminou toda a corte. Achei um mafuá de tendências, além de ser enorme por fora e claustrofóbico por dentro. E já sei aonde os carnavalescos vão para se inspirarem…

img_0344

Os cômodos têm o teto baixo e estão todos como foram deixados pela corte. Esquisitão…

Então nos restou tirarmos fotos no estilo olha eu aqui na torre!

img_0340

img_0351

Não fomos ao castelo, ficou tarde, deu preguiça, era ante-véspera de Natal, ou seja, pulamos as ruínas, mas aqui estão elas:

img_0313

Pegamos o ônibus de volta, paramos no Pizza Hut da estação para um lanchinho e voltamos para Lisboa. Como ainda havia a noite, caímos na besteira de irmos ao Shopping Colombo no dia 23/12. Vou pular esta parte, pois após comprar umas lembrancinhas eu só queria voltar para o hotel e dormir. Nunca vi tanta gente junta!!!

PS: olha que café mais bonitinho que achamos lá! O Periquita tinha fila de 1km, a cidade TODA estava tentando comprar os tais travesseiros…

port1d82

7 comentários sobre “Dia ‘n’ – está em ordem, mas perdi as contas!

  1. disse:

    Como pode uma moça que faz GV não saber contar até quatro?😆

    Mô, eu achei o Palácio Nacional “interessante” (principalmente a sala dos brazões; os Teixeiras estão lá😉 ) Mas gostei mais do Palácio da Pena: é único, surreal e breguinha😀

  2. Mô Gribel disse:

    Zé, é muito, muito bregO o Pena!😀
    Eu achei que tinha entrado na sede da Imperatriz Leopoldinense, sabe??😀
    Gostei do Nacional, sei lá, achei ele mais sério. E aquela cozinha era um sonho!!!😀
    Quanto à artista, mó pose, mas looonge da fama!😀

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s