Chácara da Vovó

Estava aqui fuçando meu arquivo de fotos e achei estas da Chácara da Vovó.

Já tem alguns anos que não vou para lá, pois agora o Natal tem sempre sido em BH.

A chácara está na nossa família há séculos e foi herança da minha avó, que aos poucos foi comprando as partes dos irmãos. É uma casa colonial, bem mineira, com janelões, salão, portas altas, fogão à lenha e também muitas flores.

O jardim é o xodó da minha avó. Eu brinco dizendo que nem em Itu há copos-de-leite tão grandes!

Uma pena a estrada que liga Juiz de Fora à Mar de Espanha não ter nenhuma conservação. Na penúltima vez que fui para lá, chovia absurdamente e quebrei 3 calotas ao cair nos buracos. Terrível!

É um lugar lindo, bem cuidado, mas no meio do nada com coisa alguma. Detalhe para o Papai Noel no telhado e para as mangueiras de luz em volta da janela. Acho que descobriram de onde herdei a minha paixão por cacarecos natalinos, não??

12 comentários sobre “Chácara da Vovó

  1. aturistaacidental disse:

    Mô, que lugar espetacular!!! E que privilégio ter uma casa linda como essa na família…eu iria achar difícil sair dali, especialmente com um jardim desses😀

  2. Majô disse:

    Mô, amei amei amei !!!!! Que casa linda, que jardim !!! Lembrei tanto de meus pais que cultivavam o sítio em Friburgo com o carinho de sua avó pelas flores. As hortencias lindas e os copos de leite eram preferidos de minha mãe😉 Tá tudo um primor !!!
    E os enfeites natalinos também amei !! Adoro todos !!
    Tenho uma amiga, a Suely cujo pai e tias tinham sítio em Mar de Espanha. Leite e queijo tudo lá é baratíssimo.

  3. Mô Gribel disse:

    Majô, essa coisa natalina eu herdei dela, sabe? rs
    Ela consegue montar uma árvore de natal em cada sala! Ela me supera! rs
    Olha, que bacana! É difícil pacas encontrar alguém que pelo menos já tenha escutado falar de lá, ainda mais que tenha casa por lá tb.😆

  4. Majô disse:

    Mô, também herdei esse encantamento pelo Natal de minha mãe e meu pai, era uma curtição enfeitar a casa😉 E a reunião da família no fim do ano era curtida o ano todo, isso a gente não esquece, todos temos doces lembranças. A Marcela ‘herdou’ alguns enfeites daquela época que ela usa até hoje.
    A Suely adorava ir para lá e me convidou algumas vêzes para ir para casa da tia dela. Ela contava que era pra descansar e curtir a natureza. O pai dela tinha tido uma casa lá, onde ela e os irmãos iam em crianças. No ano passado, ou retrasado essa tia faleceu, acho que ela não voltou lá.

  5. Patricia Belotti disse:

    Nossa, chacara da vovó é tudo de bom! meus avós tinham uma aqui no interior de SP e até hoje sonho com aquele lugar… infelizmente a família achou melhor vender quando meu avô faleceu… mas as lembranças não passam nunca!
    Beijos

  6. Mô Gribel disse:

    Oi, Denise.

    Nunca estive em Bs As em agosto, mas eu li no climatempo que junho/julho/agost/setembro tem as menores médias anuais.
    Ainda é frio por lá em agosto, tá?

    Oi meninas!! Saudades de vcs!! Beijos

  7. disse:

    Lindo, Mô!!!!:mrgreen:

    Reunião em família é tudjibom, né? Amanhã vou buscar meus pais em NYC. Faz mais de 2 anos que eu não vejo eles. Aih, que emoçããããõ!!!😆

    Mô, mais calota quebrada? Vou te falar…Tsc, tsc…:mrgreen:

  8. Mô Gribel disse:

    Oh, Zé, isso faz tempo! Acho que não quebro calotas há uns 4 anos…:mrgreen:
    Ah, que legal que seus pais irão praí! Puxa, nada como uma casa cheia, né?
    Faça o favor de passear bastante com eles!! E pede pro Mat não esquecer de fotografar nada!😆

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s