Meus novos vizinhos não são bem vindos.

Hoje é um dia muito triste.

Ontem cheguei aqui e não percebi, talvez porque dia de rodízio me deixa mais lerda que o normal, talvez porque eu ando estacionando mais para cá, do que para lá.

Mas hoje ao sair de casa, entrar no estacionamento, senti um vazio. Inexplicável, sem sentido, alguma coisa faltando.

A casa ao lado do meu prédio foi vendida e estava em obras. Entre a construção principal e a edícula havia um Ipê.

Sim, aquele lindo, rosa, que ficava carregado de flores e que nesta época fica meio pelado, esperando a primavera chegar para brotar todo novamente.

Suas raízes ficavam na casa, porém ele se debruçava sobre o estacionamento. Lindo, enorme, cheio de passarinhos que hoje pareciam perdidos, andando pelo estacionamento.

Eu tô arrasada, de verdade. É inexplicavelmente aburdo o que fizeram. Ele não estava podre, não ameaçava a construção e eles simplesmente passaram a serra e cortaram. Inteiro. Não sobrou nada…

Com todas as campanhas, com tudo que falam, com toda informação, como puderam?

Eu não acredito, simplesmente não acredito…

Alguém aí consegue me explicar?

dez05b.jpg

18 comentários sobre “Meus novos vizinhos não são bem vindos.

  1. Carmen disse:

    Mónica,

    Ellos pudieron y en otras partes del mundo también pueden. Porque hay una impunidad absoluta.
    Hoy es un árbol, mañana dois, tres…
    En Grecia, este agosto, hubieron más de mil incendios provocados.

    La destrucción masiva de los árboles no está castigada. Ciertas personas piensan que la naturaleza es de su propiedad y eso es una falacia.

    Lo siento, Mónica.
    Beijos.

  2. Alexandre disse:

    Mônica, é a primeira vez que entro no seu blog, via link de outro, mas não dá pra deixar de expressar minha revolta com seus novos vizinhos. Adoro ipês, acho que são as árvores mais lindas do Brasil. Fico muito triste quando ouço esse tipo de notícia. Muita pena, realmente é de cortar o coração!

    Sinto muitíssimo.

  3. Majô disse:

    Mô,
    Eu também fico arrasada com esse tipo de assassinato ambiental, morro junto com cada árvore que tascam a serra. Em frente de casa tinham 2 flamboyants belíssimos, não é que o dono do bar meteu a serra ? Isso a prefeitura não vê….

  4. Meilin disse:

    Mô, entendo perfeitamente seu sentimento e lamento muito pelo Ipê e pela falta que ele vai fazer a você – e a outras pessoas que nem se dão conta da diferença que faz ter uma árvore por perto. Bjs

  5. Douglas e Julia Sawaki disse:

    Ola!
    Gostamos do seu blog. Uma pena que ainda nao tivemos tempo para ler tudo!

    Mas com certeza iremos ler depois que a nossa trip acabar.
    Fica o convite para ler nosso blog com o diario do nosso mochilao pela Asia.

    Poxa podiam ter deixado o Ipe la…
    Abracos!!!!

  6. Carla disse:

    Mo Gribel,

    é um absurdo, mas estou passando por aqui pela primeira vez😳 !

    Vim conhecer seu blog e pelo visto em um momento de luto e raiva, afinal ipes floridos sao muito lindos!

    E também vim agradecer a visita ao meu blog!!! Ainda essa semana devo postar sobre uma cidade que achei ainda mais bonia que Olomouc!!! Depois passa por lá!

    Abracos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s